UA-83015342-1 Nascidos Para Vencer: Outubro 2016

segunda-feira, 31 de outubro de 2016

Uma liderança sem bazófias



A história diz-nos que liderança isolada à nona jornada não significa título de campeão conquistado, muito pelo contrário, o que não faltam são exemplos de lideres isolados que não foram campeões, a começar pelo lider isolado à nona jornada da época passada.

Senão vejamos, na época 2015/2016 à nona jornada a classificação da primeira liga era a seguinte;
Há um ano à nona joranda, tinhamos o sporting isolado no primeiro lugar com 23 pontos, seguido do fcp com 21 pontos, o Rio Ave era terceiro com 18 pontos, o quarto era o Braga com 17 pontos e o Benfica era apenas o quinto classificado com apenas 16 pontos, menos 7 pontos que o lider sporting.


E o quais são as diferenças desta época relativamente à época transata?

Na presente época temos à nona jornada o Benfica lider isolado com 25 pontos, o porto tal como na ultima época é segundo classificado com 20 pontos, o Braga é terceiro com 20 pontos e o sporting é quarto com 18 pontos e está a 7 pontos do lider Benfica (ainda dizem que não existem coincidencias.


A história serve para que aprendamos com ela, e por isso não podemos nem devemos pensar que o facto de o Benfica estar com a liderança isolada e com uma vantagem confortável para os mais diretos rivais significa que a caminhada para o tetracampeonato está facilitada, muito pelo contrário, teremos que continuar a encarar cada jogo com a mesma seriedade, raça e entrega de há um ano atrás, devemos fazer o nosso trabalho e não nos preocuparmos com o que os adversários fazem. 

Há um ano todos sabemos o que se passou para os lados de alvalade, pensaram que o título eram favas contadas e que o Benfica com o atraso que tinha estava morto, e começaram as bazófias e a tentativa de menosprezar o Benfica os seus jogadores e principalmente o seu treinador.

Todos nos lembramos dos ataques mesquinhos de Jorge Jesus a Rui Vitória, mas o que Jorge Jesus e Bruno de Carvalho não previram foi que os seus ataques serviram para que toda a nação benfiquista se unisse em torno da sua equipa e do seu treinador e a partir desse momento cada jogo foi verdadeiramente encarado como uma final, o resultado foi que o Benfica recuperou o atraso e ultrapassou o sporting tendo conquistado o 35º titulo e o tricampeonato que já lhe escapava há largos anos.

Felizmente temos no Benfica pessoas que sabem que os campeonatos apenas são ganhos em Maio e não em Novembro, o discurso do nosso treinador não teve qualquer alteração com a liderança isolada do campeonato, e isso é muito importante.

Juntos somos mais fortes rumo ao TETRA e SEIS.

Benfica vs D. Kiev, convocados

Já foi divulgada a lista de convocados de Rui Vitória para o jogo com o Dínamo de Kiev a contar para a quarta jornada do grupo B da liga dos campeões.

GR: Ederson e Júlio César.

Defesas: Lisandro, Grimaldo, Luisão, Lindelöf, Eliseu, N. Semedo e André Almeida.

Médios: Fejsa, Samaris, Carrillo, Salvio, Pizzi, Cervi, André Horta e Célis.

Avançados: Raúl, Mitroglou, Gonçalo Guedes e José Gomes.

sábado, 29 de outubro de 2016

O nosso destino é o de vencer

O caminho é longo, mas no final a vitória é certa, esta é a minha convicção.

A equipa do Benfica respira confiança, isso é notório em cada jogo, essa confiança é fruto não só dos resultados mas acima de tudo é o resultado de um excelente trabalho da equipa técnica liderada por Rui Vitória que é um líder na verdadeira ascensão da palavra.

Enquanto uns fazem desenhos e outros se queixam de falta que lhes fazem jogadores ausentes, Rui Vitória sem Gaitan, Renato Sanches, Jonas, Jardel, Rafa e outros entretanto regressados de lesão, não chorou as ausências, muito pelo contrário fez o que é suposto um treinador fazer arranjou soluções e deu sempre confiança a quem entrou em campo, não fazendo distinções entre jogadores consagrados e jovens.

Ao contrário de outros Rui Vitória apesar da vantagem pontual para os rivais, continua com os pés bem assentes no chão, e dá os méritos por inteiro aos jogadores do Benfica, isto é o que é ser um treinador à Benfica.

Juntos rumo ao TETRA e SEIS.


sexta-feira, 28 de outubro de 2016

Grande golo de Gonçalo Guedes


Jorge Jesus é vidente ou vê mal?

Jorge Jesus é um técnico que tem provas dadas em vários clubes e que tem um curriculum onde cabem várias vitórias na Liga, na Taça de Portugal e na Taça da Liga, além de outros troféus. Jorge Jesus conseguiu no Benfica manter a equipa principal de futebol sempre competitiva apesar dos jogadores que iam sendo vendidos. Jorge Jesus chegou ao Sporting e transformou a mentalidade da equipa, que passou a acreditar que podia mesmo ganhar todos os jogos em que entrasse – de tal modo que, no ano passado, o Sporting só não foi campeão porque, na reta final, o Benfica fez um trajecto extraordinário, conseguindo manter-se até ao fim dois pontos à frente dos jogadores que representavam o clube fundado pelo visconde de Alvalade.

Este ano, apesar das saídas de Slimani e de João Mário, o Sporting parecia ter à partida bem mais razões para acreditar no título devido às contratações, aparentemente cirúrgicas, que fez. Mas de repente as coisas estão a ficar tremidas. É claro que ainda falta muito campeonato mas a derrota nos últimos minutos com o Real Madrid, depois de uma exibição fabulosa, a derrota por 3-1 com o Rio Ave, o empate nos últimos minutos com o Guimarães depois do Sporting estar a ganhar por 3-0 (!) a um quarto de hora do fim, a derrota com o Borussia Dortmund por 1-2 com uma exibição indigente na primeira parte e o empate da semana passada em casa com o Tondela, conseguido com muito sangue, suor e lágrimas e imensa falta de talento no último suspiro da partida, fizeram regressar à nação sportinguista toda a insegurança e descrença que a tem acompanhado anos e anos a fio.

Jesus tem vindo a demonstrar que os grandes treinadores também têm as suas embirrações e manias. A de achar que o Jefferson não serve para defesa esquerdo é uma delas. Pode não servir mas é seguramente melhor que o Marvin Zeegelaar. Defende tão mal como ele mas centra bem melhor e remata livres de forma bem mais perigosa.
O centro da defesa recomenda-se com Ruben Semedo e Coates, mas que mal fez o Paulo Oliveira para ser posto de lado? Por exemplo, nos jogos contra o Real Madrid e contra o Guimarães a sua entrada não teria sido muitíssimo indicada? Mas não, Jesus não lhe dá oportunidade. Em contrapartida, no meio-campo, temos agora um rapaz que nos tramou uma vez quando jogava no Benfica, que já provou que tem muito bons pés, mas que em matéria de entrega ao jogo e de entrosamento com a equipa, quando se trata de atacar em conjunto ou defender quando é de defender, até agora só conseguiu provar que não tem lugar no onze. A sua exibição com o Borussia Dortmund foi verdadeiramente lamentável: até ele sair, o Sporting jogou sempre com menos um. E qualquer treinador de bancada percebe que, neste momento, Bruno César é um jogador muito mais importante para a equipa do que o tal de Markovic. Tem sido um Lazar dos diabos sempre que ele está em campo. Precisa de tempo, diz Jesus. Ah, se precisa, então treine mais e jogue na equipa B uns tempos – ou entra quando estivermos a ganhar por 7-0. Agora para andar no campo a jogar futebol de praia, não, muito obrigado. E o Elias, senhores, o Elias?! Contra o Madrid entrou e fez o livre que deu o golo do Ronaldo.

Contra o Dortmund passou o tempo a ver jogar o Julian Weigl. E com toda a razão, diga-se! O miúdo jogava espantosamente bem e Elias nem se aproximava só para tentar perceber como o futebol se joga com a cabeça e não com os pés. E foi assim que até marcou um golo, sem o Elias se chegar.
Quanto ao Alan Ruiz, contratado por causa do seu pé esquerdo, alguém se esqueceu de dizer que ele funciona a gasóleo e não a gasolina. E devagar, devagarinho não se vai longe no futebol europeu, mesmo que seja em Portugal. Ainda por cima já tínhamos outro a gasóleo: o Bryan Ruiz, que tem um pés magníficos mas falha muitos golos e defende muito pouco. Não há por lá um tal Bruno Paulista que Jesus dizia que ia explodir este ano e que era extraordinário?
No jogo contra o FC Porto, pelo menos quando entrou mostrou ser bastante viril nas entradas (um bocadinho de mais, talvez…), ao contrário dos macios Markovic e Elias. Por onde andará Bruno Paulista? Tínhamos então muitas soluções para o meio-campo. Mas o Adrien lesionou-se e o que se viu é que o rei vai nú, isto é, viu-se que a equipa não tem nenhum jogador com as características do capitão do Sporting. E desde que ele falhou a equipa tem andado com o coração nas mãos. Ora não é aceitável esta tremedeira só porque o Adrien se lesionou.

O Benfica tem tido uma devastadora onda de lesões e não só Rui Vitória tem encontrado soluções, como a equipa continua a ganhar interna e externamente e vai destacada na liderança do campeonato. Jesus não consegue fazer o mesmo? Não. Porque não tem matéria-prima ou porque, tendo-a, não aposta nela mas noutra? Parece-me que a segunda razão é a verdadeira. Componha ele o meio-campo com William e Bruno César até Adrien regressar e metade dos problemas desaparecem. No ataque, Gelson faz miséria mas não pode fazer tudo. E Bas Dost não pode falhar os golos que falhou contra o Borussia (daria o 2-2) e contra o Tondela. É um jogador muito diferente de Slimani. Não marca os defesas e está na área feito um pinheiro. Por isso, precisa ter alguém que desequilibre ao seu lado. Gelson é um. Campbell pode ser o outro. O Markovic é que não. O Castaignos também não. O André não há meio de mostrar o que vale. E eis como vendemos dois, compramos seis jogadores, e ficamos muito pior do que estávamos. Como é possível?

Texto; Nicolau Santos

Fonte; http://tribunaexpresso.pt/opiniao/2016-10-28-Jorge-Jesus-e-vidente-ou-ve-mal-

quinta-feira, 27 de outubro de 2016

Benfica nas melhores equipas mundiais de sempre

A prestigiada revista FourFourTwo está a publicar uma lista das 50 melhores equipas mundiais de sempre, e em 11° lugar surge a equipa do Benfica de 1959 a 1968.

Pode ler o artigo completo em;

http://www.fourfourtwo.com/features/fourfourtwos-50-best-football-teams-ever-20-11?page=0%2C2

Convocados Benfica vs P. De Ferreira

Há uma novidade nos convocados de Rui Vitória para o jogo com o Paços de Ferreira, o regresso de André Horta após lesão. 

Guarda-redes: Ederson, Júlio César. 

 Desfesas: N. Semedo, A. Almeida, Lisandro, Luisão, Lindelöf, Grimaldo, Eliseu. 

 Médios: Fejsa, Pizzi, Samaris, Danilo, Salvio, Cervi, Zivkovic, Horta, Carrillo. 

 Avançados: Guedes, Raúl e Mitroglou.

quarta-feira, 26 de outubro de 2016

A resposta de Telma Monteiro ao sporting foi esta...

Se ainda haviam dúvidas em relação à permanência da melhor judoca portuguesa no Benfica, fica a resposta clara e inequívoca de Telma Monteiro ao interesse dos lagartos.

Mais um confronto entre Mourinho e Guardiola

José Mourinho e Pepe Guardiola cumprem hoje o 18 confronto como técnicos principais, num histórico claramente favorável ao treinador catalão.
Até hoje nos 17 duelos Guardiola ganhou 8, Mourinho ganhou 3 e houveram ainda 6 empates, sendo que Guardiola num primeiro confronto com Mourinho desde que assumiu os comandos do Manchester city levou de vencida o United em jogo a contar para a premier league.
Curioso que ambos tiveram recentemente  experiências semelhantes nos confrontos com ex equipas, Mourinho perdeu com o Chelsea por 4-0, e Guardiola perdeu com o Barcelona pelo mesmo resultado.
Veremos hoje o que o derby de Manchester nos reserva.

terça-feira, 25 de outubro de 2016

O palco dos sonhos

Qual a melhor recordação dos 13 anos da nova Catedral?



Afinal, quem manda no sporting?

Jorge Jesus tem o poder de decisão sobre todo o futebol no Sporting e esse pode ser um erro dos de Alvalade, que o Benfica também cometeu no passado. A solução está em encontrar um diretor desportivo que tenha ascendente sobre o treinador, que enquadre o talento e a criativade e o proteja de si próprio A 14 de maio de 2010, o Benfica anunciou a renovação de contrato com Jorge Jesus, a quem deu mais dinheiro e mais poder. A partir desse dia, J.J. passou a decidir quem vinha e quem saía, e a estratégia do futebol – de todo o futebol profissional – teria o seu dedo. Jesus sempre quisera ser um treinador à portuguesa mas um manager à inglesa e deu ali os primeiros passos no caminho que começava na emancipação e acabaria, na cabeça dele, na plenipotência. Havia um contexto que explicava isto. Primeiro, os encarnados não eram campeões desde 2005 e tinham-no sido em 2009-10, com Jorge Jesus. Segundo, Jesus cumprira a promessa e o Benfica passou a jogar o dobro, com um futebol de vertigem que encheu o estádio de gente e os adversários de golos. Basta recordar o que fizeram o Vitória de Setúbal (8-1), o Nacional (6-1), a Académica (4-0) ou a Olhanense (5-0) na Luz – pouco ou nada. Terceiro, e este acabará por ser um tema recorrente na vida de Jesus, Pinto da Costa abriu-lhe a porta do Dragão antes de se decidir por André Villas-Boas. Com uma oferta milionária numa mão, Jesus estendeu a outra para renegociar o salário e as suas condições; Vieira deu-lhe um passou-bem e aquilo ficou ali acordado entre eles, como ficaria mais tarde, quando J.J. e PC voltaram a jogar o jogo da sedução e o presidente do Benfica

segunda-feira, 24 de outubro de 2016

Renato Sanches eleito Golden Boy

Renato Sanches conquistou o prestigiado prémio 'Golden Boy', que distingue o melhor jogador sub-21 a atuar na Europa, atribuído pelo jornal italiano 'Tuttosport'. O médio do Bayern Munique, de 19 anos, tornou-se assim o primeiro português a receber esta distinção.

O internacional português lutava com outros 39 nomeados, entre eles os compatriotas Gonçalo Guedes e Rúben Neves, batendo outros favoritos como Coman (Bayern Munique) e Rashford (Man. United). Halilovic (cedido pelo Barcelona ao Hamburgo), Loftus-Cheek (Chelsea), Donnnarumma (AC Milan), Gabigol (Inter Milão), Leroy Sané (Chelsea), Ansensio (Real Madrid), Iheanacho (Man. City) e Danilo (Benfica) também estavam na lista. O prémio será entregue esta segunda-feira, no Mónaco.

De Messi a Martial

Instituído desde 2003, ano em que Rafael Van der Vaart venceu, o Golden Boy já foi atribuído a jogadores como Lionel Messi (2005), Fàbregas (2006), Agüero (2007), Balotelli (2010), Isco (2012), Pogba (2013) ou Martial, este na última época.

Fonte;

http://www.record.xl.pt/internacional

domingo, 23 de outubro de 2016

A vitoria da competência

Mais uma jornada vitoriosa do Benfica, o jogo do Restelo foi mais uma exibição de competência da equipa de Rui Vitória, o resultado de 2-0 peca por escasso, tantas foram as oportunidades de golo criadas.

Ederson como sempre esteve seguro. Luisão está de volta à sua melhor forma. Grimaldo parece apostado em na lista dos melhores laterais esquerdos da história do Benfica.
Nélson Semedo melhora de jogo para jogo, em velocidade não há quem bata o lateral do Benfica.
Gonçalo Guedes incansável é o primeiro defesa quando o Benfica perde a bola, no lance do segundo golo esteve fantástico.

Pizzi, que mais há a dizer de Pizzi?

Estamos n a liderança mas nada ainda está ganho, mas a equipa com está atitude é meio caminho andado para o sucesso.

Benfica onze titular

Já são conhecidos os onze escolhidos por Rui Vitória para o jogo do Restelo.

Ederson

Nélson Semedo
Luisão
Victor Lindelof
Alex Grimaldo

Fejsa
Pizzi
Eduardo Sálvio
Franco Cervi

Gonçalo Guedes
Kostas Mitroglou

Força Benfica rumo ao TETRA e SEIS.

sábado, 22 de outubro de 2016

A prova de que o talento não se mede aos palmos

Há treinadores que não gostam de ter nas suas equipas jogadores de baixa estatura,  mas felizmente Rui Vitória não parece ser um desses treinadores e ainda bem, pois dois dos grandes destaques do Benfica neste início de época são jogadores que não encaixam no tal estereótipo do jogador "moderno", muito pelo contrário Alex Grimaldo e Franco Cervi são baixinhos mas o seu talento é enorme.

Grimaldo e Cervi formam uma ala esquerda como à muito não se via no Benfica, fazendo lembrar a dupla Coentrão e Di Maria, com a vantagem de Grimaldo e Cervi estarem ainda no processo de adaptação ao Benfica e ao futebol português e com o tempo esta aliança espanoargentina têm tudo para ficar na história do Benfica.

Como me parece que estes jogadores não vão ficar por cá muito tempo, só me resta desfrutar de cada jogada, cada drible destes dois grandes jogadores que envergam e dignificam o Manto Sagrado.

Convocados do Benfica para o jogo com o Belenenses

Rui Vitória fez algumas alterações na lista de convocados para o jogo com o Belenensses em relação ao último jogo com o Dínamo de Kiev.


Segue lista completa.

GR: Ederson, Júlio César.

Defesas: Lisandro, Grimaldo, Luisão, Lindelöf, Eliseu e N. Semedo.

Médios: Fejsa, Danilo, Carrillo, Salvio, Pizzi, Cervi, Zivkovic.

Avançados: Raúl, Mitroglou, Gonçalo Guedes e José Gomes.


sexta-feira, 21 de outubro de 2016

Um azar do Kralj


Com mangas compridas e cabeça por rapar, o central sueco não impõe tanto respeito nem parece tão assustador, segundo Um Azar do Kralj, que ainda viu Cervi “com muitos poucos tiques de argentino em primeira época na Europa e vários de sul-americano em vias de ser despachado por 40 milhões”


EDERSON

Continua a intrigar os adeptos. Tem cara de lutador da UFC e um pé esquerdo capaz de enviar Connor McGregor para as urgências do São José, mas continua a insistir no futebol. Enquanto os colegas procuravam maioritariamente chegar à baliza adversária, Ederson foi evitando as investidas de um colectivo mal encarado de indivíduos de leste, como se as redes benfiquistas fossem o seu Palácio do Kebab. À hora em que escrevemos, o espaço aéreo ucraniano continuava encerrado na sequência de um pontapé de baliza seu.

NÉLSON SEMEDO

Não tendo ainda consultado as estatísticas do jogo, e não tencionando fazê-lo, ficaríamos ainda assim muito surpreendidos se Nelson Semedo não aparecesse num qualquer onze da semana. Vejam lá se não fazemos queixa à UEFA. Nélson Semedo iniciou a época com um futebol emocionalmente paralelo aos papéis de Forrest Whitaker, planou durante umas semanas na insipidez de um Will Smith, e começa finalmente a parecer-se com o Denzel Washington pretendido de um lateral-direito moderno, na medida em que interpreta sempre a mesma personagem - a de um futebolista ultra-confiante com fogo no cu - e quase nunca vai mal.

LINDELÖF

Aos 22 anos, Lindelöf prepara-se para tomar uma das decisões mais importantes da sua carreira. A vontade dos adeptos é clara: máquina zero. Agora só depende dele, mas já demos tempo suficiente àquele corte de cabelo. Pior: as mangas compridas a esconderem as tatuagens tornam-no quase tão intimidante como Cervi numa luta de rua. Felizmente, tinha dois sócios por perto - Luisão e Grimaldo -, caso contrário teria acabado com um sobrolho aberto.

LUISÃO

quinta-feira, 20 de outubro de 2016

Benfica ainda não é lider deste campeonato

Reparei hoje que a página oficial do SL Benfica no Facebook atingiu os 3,5 milhões de likes.
Penso que é um número muito pequeno tendo em conta a grandeza do Benfica, aliás menos de 10 milhões de likes é pouco.
Basta fazer uma pesquisa sobre os números de outros clubes de futebol no Facebook para perceber que o Benfica tem ainda um longo caminho a percorrer nas redes sociais, a título de exemplo o fcp está perto dos 4 milhões.

A cada adepto do Benfica cabe divulgar o Facebook e outras redes sociais do Benfica para que tenhamos cada vez mais seguidores.

https://www.facebook.com/SLBenfica/


Franco Cervi, talento no estado puro

"É disto que o meu povo gosta"
Seria de certeza a frase que o saudoso Jorge Perestrelo usaria para relatar a jogada de Franco Cervi.
Coitado do Ucraniano ainda deve estar a pensar como é que aquele meia leca lhe deu um nó cego do tamanho da Rússia.

quarta-feira, 19 de outubro de 2016

D. Kiev vs Benfica, resumo


D. Kiev vs Benfica, onze titular

Já são conhecidos os onze escolhidos por Rui Vitória para o jogo desta noite frente ao Dínamo de Kiev em jogo a contar para a terceira jornada da fase de grupos da Liga dos campeões.

Guarda redes; Ederson

Defesa; Nélson Semedo, Luisão, Lindelof é Grimaldo.

Meio campo; Fejsa, Pizzi, Cervi e Sálvio

Ataque; Gonçalo Guedes e Mitroglou

Força Benfica.

Más noticias para as contas do fcp

As contas da sad do porto vão sofrer um forte agravamento no próximo trimestre.
No próximo relatório e contas serão refletidos os custos com a rescisão de contrato com Fernanda Miranda.


terça-feira, 18 de outubro de 2016

Campeonato das finanças, três grandes

Numa altura em que muito se discute sobre a saúde financeira dos clubes de futebol em Portugal, segue um breve resumo do estado das contas dos chamados três grandes, Benfica, porto e sporting.
O período em análise é referente às duas últimas épocas.

segunda-feira, 17 de outubro de 2016

CR7 com novo contrato milionário

Cristiano Ronaldo vai assinar um novo contrato milionário com o Real Madrid e prolongar a ligação ao clube merengue até 2021.

O internacional português vai jogar até aos 36 anos nos merengues e ficará a ganhar 23 milhões de euros livres de impostos por temporada, o que significa cerca de 1,9 milhões por mês, 63 mil euros por dia, ou mais especificamente 2625 euros por… hora!

D. Kiev vs SL Benfica

Há boas notícias na lista de convocados de Rui Vitória para o jogo com o Dínamo de Kiev.
Os regresso após lesão de, Júlio César, Jardel, Grimaldo, Samaris e Raúl Jimenez, são sem dúvida excelentes notícias.

Segue lista completa.

GR: Ederson, Júlio César e Paulo Lopes.

Defesas: Lisandro, Grimaldo, Luisão, Lindelöf, Eliseu, Jardel e N. Semedo.

Médios: Fejsa, Samaris, Carrillo, Salvio, Pizzi, Cervi e Celis.

Avançados: Raúl, Mitroglou, Gonçalo Guedes e José Gomes.

Fejsa, Nascido para Vencer


sábado, 15 de outubro de 2016

José Gomes Jovem talento da semana do UEFA

Melhor marcador e Jogador de Ouro no Campeonato da Europa de Sub-17 da UEFA de 2016, competição na qual eclipsou Paco Alcácer como goleador-mor de sempre, José Gomes, ou "Zé Golo", como também é conhecido, chegou à equipa principal do Benfica na presente temporada e tornou-se no mais jovem jogador das "águias" a actuar na Europa, com 17 anos e 174 dias.
Nomes: José Gomes
Clube: Benfica
Estreia: 9 de Setembro de 2016 contra o Arouca
Posição: Avançado
Nacionalidade: Portuguesa
Data de nascimento: 8 de Abril de 1999 Pré preferencial: Direito
Altura: 1,78m
O que dizem
"José Gomes tem vindo a trabalhar bem. Este processo teve de ser acelerado [por causa das lesões dos outros atacantes], mas às vezes as coisas acontecem assim. Os jovens jogadores têm de estar preparados porque às vezes as oportunidades surgem quando menos se espera. Tal como outros jovens da equipa B e dos juniores, vem trabalhando com os seniores há algum tempo e tem dado boa resposta. Ele é o exemplo da qualidade e dos jogadores feitos no Benfica, e sabe o que isso significa. Conto com ele."Rui Vitória, treinador do Benfica

Benfica campeão continental

A equipa de hóquei patins do Benfica conquistou a taça continental ao vencer o OC Barcelos por 9-2.
Parabéns equipa.

Altice já adiantou 47,5 milhões à SAD DO fcp

MEO já adiantou 47,5 milhões à SAD do FC Porto Altice antecipou aos dragões 37 milhões de euros de direitos televisivos e 10,5 milhões do patrocínio nas camisolas.

 Jorge Nuno Pinto da Costa fechou as contas da FC Porto SAD na temporada 2015/16 com um prejuízo de 58,3 milhões.

 A Altice, dona da MEO, adiantou à SAD do FC Porto 47,5 milhões de euros. Também a PPTV, de Joaquim Oliveira, que detém os direitos de transmissão dos jogos dos dragões até ao final da próxima temporada, adiantou quatro milhões aos azuis-e-brancos. A informação consta do relatório e contas da sociedade presidida por Jorge Nuno Pinto da Costa, que revela os valores presentes nos passivos correntes e não correntes da SAD. Estas verbas estão inscritas nos itens de "Adiantamento de receitas/faturação antecipada emitida relativos a direitos de transmissões televisivas" e "adiantamento de receitas de publicidade – patrocinador principal do FC Porto". A 30 de junho, refira-se, o valor de adiantamento do MEO já tinha sido reduzido para 46,3 milhões de euros. O documento especifica ainda que, no caso da Altice, o montante recebido

Benfica entra a vencer na Premier League International Cup

Benfica B vence Derby County na estreia na Premier League International Cup A equipa de futebol do Benfica B venceu hoje os sub-23 do Derby County por 2-0, em jogo que marcou a estreia dos 'encarnados' na Premier League International Cup, numa partida disputada em Inglaterra. O Benfica B, orientado por Hélder Cristóvão, entrou melhor na partida e chegou à vantagem aos 16 minutos, com um golo apontado por João Carvalho. Já no decorrer da segunda parte, aos 72 minutos, Heriberto Tavares apontou o segundo golo do Benfica B e fixou o resultado final na partida, que foi disputada em Burton Upon Trent, Inglaterra. Este jogo marcou a estreia dos 'encarnados' na competição. O Benfica vai agora defrontar o Sunderland, no dia 26 de outubro, fechando a fase de grupos, a 18 de janeiro, frente ao PSV B.

sexta-feira, 14 de outubro de 2016

Que sirva de lição!

Não havia necessidade....
Jogo muito fraco do Benfica na estreia na taça de Portugal, esteve à vista o prolongamento no jogo com o 1° de Dezembro, algo que para a esmagadora maioria dos benfiquistas seria impensável, valeu o golo salvador do capitão Luisão aos 96 minutos.

Do jogo para além de uma exibição coletiva medíocre há ainda dois nomes que não aproveitaram o jogo para ganhar pontos, Carrillo que continua a não convencer e hoje quando Rui Vitória precisou de mexer na equipa para desamarrar o jogo, Carrillo foi naturalmente o escolhido para sair.
Celis, o colombiano hoje demonstrou que pelo menos para já não é minimamente um substituto à altura de Fejsa.
Que o jogo de hoje sirva de lição para futuro, não há jogos ganhos antes de serem jogados.

Agora que chegue o jogo de Kiev rapidamente para a equipa ter oportunidade de limpar a má imagem deixada no jogo de hoje.

Força Benfica, juntos.

Benfica onze inicial

Ederson;
Nélson Semedo, Luisão, Lisandro López e Eliseu;
Celis e Danilo Zivkovic e Carrillo;
Cervi e José Gomes

quinta-feira, 13 de outubro de 2016

Taça de Portugal, convocados

1° de Dezembro vs Benfica.
Lista de convocados de Rui Vitória para o jogo com o 1° de Dezembro.

Guarda-Redes: Ederson, Paulo Lopes.

Defesas: Nélson Semedo, Lisandro, Luisão, Lindelöf, Kalaica, Eliseu.

Médios: Fejsa, Celis, Danilo, Carrillo, Zivkovic, Salvio, Pizzi, F. Cervi.

Avançados: G. Guedes, Mitroglou, Luka Jovic e Zé Gomes.


O título de maior cromo do futebol europeu ninguém lhe tira

Get ready to the Zivkovic factor

Possivelmente Zivkovic vai estrear-se, na sexta-feira, como titular num jogo  oficial do Benfica. Raramente, em Portugal, um jogador criou tanta expectativa em torno da sua qualidade mas raramente um jogador a justificou tanto. Ainda hoje, no jornal O JOGO, um ex-treinador de Zivkovic no Partizan de Belgrado alimentou, ainda mais, essa expectativa, considerando o jogador do Benfica “melhor do que Markovic”, justificando depois a sua opinião com o facto de ter orientado os dois e os conhecer como poucos o conhecerão em Portugal.

Pessoalmente acho essas comparações inúteis, porque a carreira de Zivkovic em Portugal se fará autonomamente, sem necessitar de comparações com outro dos grandes talentos do campeonato português. Até porque Markovic teve a sua oportunidade de brilhar no campeonato português e aproveitou essa oportunidade, com brilhantismo. Se o fará de novo é, pelo menos, tão incerto como garantir que Zivkovic o o fará no Benfica.

Para mim, o que é relevante, é que Zivkovic consiga demonstrar todo o seu incrível potencial que o pode tornar, em minha opinião, no maior e mais entusiasmante talento a actuar em Portugal. Isso sim, creio que será o mais relevante. Trata-se de um talento extraordinário que pode, facilmente, marcar a diferença na liga portuguesa e mais tarde em qualquer uma das ligas mais competitivas da Europa.

Porém, tudo isto tem um local próprio para se confirmar. No campo e não nos jornais. Na imprensa as coisas tornam-se mais fáceis e é fácil perceber como, todos os dias, aparecem e desaparecem novos craques nas páginas mais coloridas da imprensa desportiva. Não é aí que Zivkovic terá de demonstrar que se trata do maior talento do futebol português. Repito. É no campo. Amanhã terá uma primeira oportunidade para o demonstrar. No futebol, há muitas coisas que dependem do contexto, da oportunidade, da sorte e do azar. Mas em casos tão excepcionais como o de Zivkovic tudo começa e acaba no jogador. É ele que determina o seu futuro.

Texto de José Marinho

https://m.facebook.com/story.php?story_fbid=10205606455439537&id=1797896043

Resultados financeiros três grandes

Comparação dos resultados financeiros das SADs dos três grandes nas últimas cinco épocas.

quarta-feira, 12 de outubro de 2016

Quem os quer bons paga.

Os excelentes resultados da SAD do fcp são fruto de um trabalho competente da equipa liderada por Pinto da Costa, e gestores deste calibre tem que ter remunerações à altura.

SAD portista com prejuízo recorde

A SAD do FC Porto apresentou, esta quarta-feira, o Relatório e Contas relativo ao ano desportivo de 2015/16, em que regista perdas de 58,133 milhões de euros, bastante abaixo dos 17,9 milhões de euros positivos da temporada anterior

terça-feira, 11 de outubro de 2016

segunda-feira, 10 de outubro de 2016

Bruno de Carvalho um exemplo de "boa gestão"



Bruno de Carvalho continua a antecipar receitas, o CM notícia que o sporting antecipou verbas relativas a direitos televisivos de épocas futuras, mais uma vez os bancos BCP e Novo Banco foram as entidades bancárias que foram parceiros nesta operação.

SAD já recebeu receitas de "direitos televisivos de épocas futuras". Paga 3,25% de juro.

Ler mais em: http://www.cmjornal.pt/desporto/futebol/detalhe/banca-antecipa-30-milhoes-a-leao

Golo de Lindelof pela Suécia


Benfica continua em destaque na imprensa internacional

A imprensa internacional continua a destacar o  Benfica, desta vez o motivo do destaque é o comércio electrónico, neste estudo o Benfica é colocado em destaque entre os clubes de futebol que mais se evidenciam neste ramo cada vez mais importante para qualquer organização.

Artigo completo;
http://www.sportt.com.br/2016/10/08/best-e-commerce-soccer-clubs-in-the-world-with-inter-psg-benfica-napoli-psv-united-juventus-roma-bayer-real-city-dynamo-celtic-borussia-atletico-shakhtar-and-barcelona/

domingo, 9 de outubro de 2016

A reinvenção da mentira

Bruno de Carvalho leva ao limite a máxima de que "uma mentira repetida mil vezes, torna-se verdade".
Historiadores garantem que o Sporting tem 18 títulos de campeão.
O presidente Bruno de Carvalho reclama que o seu clube tem, afinal, mais quatro campeonatos conquistados. Especialistas contactados pelo DN desmentem essa tese com todas as explicações. Federação prefere o silêncio sobre esta matéria
Afinal quantas vezes foi o Sporting campeão nacional? A questão foi levantada há uma semana por Bruno de Carvalho, presidente dos leões, de visita ao Núcleo de Braga: "Somos 22 vezes campeões nacionais. O Sporting não passa de 18 para 22 por milagre, passa porque fomos campeões quatro vezes nos anos 30. Nunca ninguém reclamou esses títulos mas, sendo nossos, vamos parar com essa história dos 18." Esta declaração coloca em causa os alicerces históricos do futebol português, razão pela qual o DN procurou esclarecer se o Sporting tem razão na sua reclamação.
"Não há qualquer suporte científico que possa avalisar essa interpretação do Sporting. Trata-se de uma necessidade de afirmação do clube, mas é uma tese sem rigor histórico", assumiu ao DN Francisco Pinheiro, co-autor do livro "A Paixão do Povo - História do Futebol em Portugal", também assinado por João Nuno Coelho, que integra o programa da RTP "A Grandiosa Enciclopédia do Ludopédio". "O Sporting não tem razão. O que faz sentido é respeitar a história", defende João Nuno Coelho.
Tese do Sporting e silêncio da FPF

quarta-feira, 5 de outubro de 2016

Benfica manda na ONU

Depois de controlar todo o futebol nacional, o Benfica domina agora também  A ONU, Luís Filipe Vieira tratou de colocar António Guterres um homem de sua confiança no cargo de secretário geral das Nações Unidas.

Preparem-se para mais um comunicado do badocha.

José Gomes, destaque no "The Guardian"


O jornal britânico “The Guardian” escolheu aqueles que para o jornal são os 60 maiores talentos do futebol mundial nascidos em 1999, na listagem estão 3 portugueses, Diogo Dalot do FCP, Domingos Quina do West Ham e José Gomes do Benfica
Sobre o jovem avançado do Benfica o jornal escreveu o seguinte;
“Born in Guinea-Bissau, a former Portuguese colony, Gomes moved to Lisbon when he was 13. There he lived with his mother and although he started training with the Sporting CP football school, he eventually signed for Benfica. He made an immediate impact at the academy and has always scored more than 20 goals a season. That stat is impressive enough but the fact that he often did it playing with and against older players makes it even more so. He made his first appearance for Portugal only a year after arriving in the country and was the indisputable star of the Under-17 European Championship in Azerbaijan in 2016. He got seven goals to become top scorer and picked up the best player award. Fast and technically gifted, Gomes is a striker with killer instinct and does not think twice when he has the opportunity to score. By playing at Arouca in September Gomes became the third-youngest Benfica player ever at the age of 17 years, five months and one day.

Fonte:

https://www.theguardian.com/football/ng-interactive/2016/oct/05/next-generation-2016-60-of-the-best-young-talents-in-world-football

terça-feira, 4 de outubro de 2016

Críticos avancem, chegou a vossa hora

Finalmente os críticos de Luís Filipe Vieira têm a oportunidade de passar das palavras à ação.

O Benfica anunciou hoje que as eleições para eleger os órgãos sociais para o período 2016/2020 realizam-se a 27 de outubro.

Convocatória da assembleia geral ordinária eleitoral.
"Nos termos da lei e dos Estatutos, são convocados os senhores associados para reunirem em Assembleia Geral Ordinária Eleitoral no próximo dia 27 de outubro de 2016, com a seguinte ordem de trabalhos:
“Ponto único. Eleição dos titulares dos Órgãos Sociais do Sport Lisboa e Benfica para o quadriénio 2016/2020.”
A Assembleia Eleitoral funcionará no Pavilhão 2 do Complexo Desportivo do Estádio da Luz e terá secções de voto nas Casas do Benfica em Vila Nova de Famalicão (Praça D. Maria II, 1428); em Coimbra (Estrada da Beira, Alto São João Nº 367); em Évora (Travessa Afonso Trigo, 19) e em Faro (Avenida Engº. Adelino Amaro da Costa, Lt. 23-c/v).

Os estranhos hábitos de Alex Grimaldo

O jornal catalão Sport publicou um artigo onde fala dos "hábitos pouco saudáveis e incompatíveis com a prática de futebol profissional" de Alex Grimaldo, mas a nós benfiquistas só nos interessam os hábitos muito saudáveis do Grimaldo dentro de campo, e esses já nós conhecemos pois o jovem lateral esquerdo tem o habito de fazer uma demonstração desses hábitos jogo após jogo.


segunda-feira, 3 de outubro de 2016

domingo, 2 de outubro de 2016

A sorte protege os audazes

Os críticos dirão da vitória do Benfica sobre o Feirense que o Benfica teve sorte na forma como conseguiu o dois primeiros golos.
Pois eu digo que, não existem campeões sem sorte, e se é verdade que o Benfica teve sorte nos lances dos dois primeiros golos, também não deixa de ser verdade que o Feirense não saiu da luz com uma goleada por sorte tal foi o vendaval ofensivo do Benfica na segunda parte.
Destaques no Benfica, em primeiro lugar os 3 pontos que dão a liderança isolada da primeira liga com mais três pontos que os mais diretos rivais.

Grimaldo, mais uma grande exibição do lateral esquerdo espanhol coroada com um magnífico golo de livre directo.

Nelson Semedo, parece que está de volta o Nelsinho que há um ano apareceu na equipa principal do Benfica.

Luisão, um bom regresso do capitão à titularidade, dando segurança à defesa.

Fejsa, já não há adjectivos para o jogador sérvio, como um colega de seleção um dia disse "é uma máquina de combate".

Sálvio, grande exibição do argentino que com a sua velocidade foi o grande desequilibrador.

Carrillo, mais uma vez mostrou pouco.

Guedes e Mitroglou, foram na maior parte do jogo presas fáceis para a defesa do Feirense.

Destaque também para a estreia de Zivkovic (finalmente), já deu para ver um cheirinho do que poderá dar o jovem avançado sérvio ao Benfica.

Agora vem a pausa para as seleções, esperemos que seja possível que os jogadores lesionados consigam recuperar .

Destaque final para os 58 mil que estiveram nas bancadas da Catedral, é este o Colinho que mais ninguém tem.

Juntos rumo ao TETRA e SEIS.

Não importante como, o que importa é que entrou...


Benfica vs Feirense, onze titular

Já é conhecido o onze titular do Benfica para o jogo com o Feirense, a grande novidade é a entrada de Luisão para o lugar do Lisandro López.

Ederson
Nelson Semedo
Luisão
Lindelof
Grimaldo
Fejsa
Sálvio
Pizzi
Carrillo
Guedes
Mitroglou

sábado, 1 de outubro de 2016

Benfica vs Feirense, convocados

Já é conhecida a lista de convocados de Rui Vitória para o jogo com o Feirense.
Em relação ao jogo com o Nápoles para a saída de André Horta por lesão e a entrada de Zivckovic.

Lista completa;

Guarda-redes: Ederson, Júlio César.

Defesas: Nélson Semedo, André Almeida, Luisão, Lindelöf, Lisandro, Grimaldo.

Médios: Fejsa, Celis, Pizzi, F. Cervi, Carrillo, Salvio, Zivkovic.

Avançados: Mitroglou, Zé Gomes e Gonçalo Guedes.

Inglaterra chama por Zé Golo

Um clube de topo da premier league terá recentemente tentado junto da SAD do Benfica fechar a contratação de José Gomes por valores  a rondar os 15 milhões de euros mais um valor por objectivos, sendo que o contrato entraria em vigor apenas na próxima época, ficando José Gomes no Benfica até ao final da presente época altura em que cumprirá 18 anos.
Tal abordagem foi prontamente recusada por Luís Filipe Vieira pois o objectivo do Benfica passa por propor ao jogador um contrato de longa duração e subir a cláusula de rescisão para os 80 milhões de euros, neste momento o contrato com o jovem Ponta de lança é válido até Junho de 2018 é a cláusula de rescisão é de 30 milhões de euros.
Desde o Europeu de sub17 que vários clubes das principais ligas europeias têm seguido as prestações do jovem avançado, no europeu de sub17 José Gomes foi a principal figura da seleção portuguesa que se sagrou campeã, tendo inclusive sido considerado pela UEFA como melhor jogador do torneio, título que juntou ao de melhor marcador da prova.